Sem PT raiz

Como vimos nas eleições presidenciais, Lula ganhou disparado em Pernambuco e na Região Metropolitana, tanto no primeiro turno quanto no segundo. No entanto, o partido ficou na situação em que nenhum petista raiz topou ou teve apoio para disputar prefeituras do porte do Recife, Jaboatão, Olinda, Cabo, Paulista e Ipojuca. No caso de Jaboatão, o PT teve que recorrer ao ex-prefeito Elias Gomes, que sempre teve o partido como adversário, já foi filiado ao PMDB, PSB, PPS, PSDB e, recentemente, ao MDB. Aposta na polarização com o atual gestor, Mano Medeiros (PL), que assumiu o cargo com a saída de Anderson Ferreira (PL) para concorrer ao Governo do Estado. Em Paulista, o PT recorreu ao prefeito Yves Ribeiro, que foi eleito pelo MDB, militou no PSB e agora se coloca como candidato de Lula. Paulista, inclusive, será o único município destes citados acima onde PT e PSB se enfrentarão, já que a sigla socialista terá o ex-prefeito Júnior Matuto na disputa. No Recife, a legenda petista sempre lança candidato, tendo ganho três eleições com João Paulo (2000 e 2004) e João da Costa (2008). Depois disso, no máximo, chegou ao segundo turno. Neste ano, está brigando pela vice do prefeito João Campos (PSB). No Cabo, o PT já avisou que Arimatéia continuará na vice de Keko do Armazém (PP). Em Olinda há uma expectativa de que PCdoB, PT e PSB se unam em torno da ministra Luciana Santos (PCdoB). Já em Ipojuca, a possibilidade do PT conquistar a Prefeitura é zero, pois a disputa se dará entre a vereadora Adilma Lacerda (UB) e a vice-prefeita Patrícia de Leno (Podemos).

Petistas no aguardo

O deputado João Paulo é um dos defensores de que o PT indique o vice do prefeito João Campos (PSB), no Recife, mas acredita que essa decisão pode demorar. Pode depender até da posição da governadora Raquel Lyra (PSDB), nas eleições municipais, que ainda está no campo das especulações. Embora o secretário de Turismo, Daniel Coelho (Cidadania), tenha mais chances de ser o candidato apoiado pela tucana.

Força de João

Pré-candidato à Prefeitura do Paulista, o ex-prefeito Júnior Matuto (PSB) aposta no recall da sua gestão, mas também na força do gestor recifense, João Campos (PSB). “O prefeito João Campos tem influência direta na eleição de Paulista”, garante.

Que situação!

Está complicada a situação do prefeito de Olinda, Professor Lupércio (PSD). A reclamação da diretoria do Hospital Tricentenário de que a Prefeitura não repassou R$ 6 milhões, nos últimos três meses, tem efeito de uma bomba em pleno ano eleitoral.

Redes danosas

Autora do projeto que cria a Semana de Segurança Digital nas escolas, a vereadora do Recife, Ana Lúcia (Republicanos), alerta sobre o quanto crianças e adolescentes estão dependentes do mundo virtual. “A regulação das redes sociais não é censura, é equilíbrio. Tem que partir do Congresso Nacional com viés de punição. O uso abusivo das telas está sendo danoso”, ressalta a parlamentar.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Publicidade