Secretária candidata

A secretária executiva de Prevenção às Drogas do Recife, Edna Gomes (PV), está sendo colocada como mais uma opção na disputa pela Prefeitura do Cabo de Santo Agostinho. Apesar de estar trabalhando na Capital, Edna já teve dois mandatos de vereadora e um de vice-prefeita no Cabo. Em 2020 foi vice na chapa do ex-prefeito e atual deputado estadual Lula Cabral (SD), com quem rompeu politicamente neste ano. Ela própria admite a possibilidade de concorrer à Prefeitura, embora diga que não há nada definido. “Estou na vida pública há 27 anos e quem vai dizer a que cargo serei candidata é o povo. Mas acho que chegou a hora do Cabo ser governado por uma mulher. Chega dessa história machista de que homem tem que ser o cabeça da chapa. É preciso repensar a cidade com um olhar desenvolvimentista, porque é inadmissível o município do porte do Cabo ter tantas pessoas em situação de vulnerabilidade”, falou Edna, já em tom de campanha. Filiada ao PV, conta com apoio do PT e PCdoB, que fazem parte da federação. E tem esperança de fazer aliança com o PSB do chefe, o prefeito do Recife, João Campos. “Quem não quer ter o apoio do PSB”, confessa a secretária. Edna Gomes também disse que vem recebendo todo apoio do presidente do PV, deputado Clodoaldo Magalhães, para levar esse projeto. E já se especula que a vereadora campeã de votos na cidade, Tereza da Bomboniere, eleita pelo PSC mas a caminho do PSB, seria a sua vice.

Sem redução de repasse

O secretário de Planejamento, Fabrício Marques, afirmou, à Rádio Jornal, que a recomposição da distribuição do ICMS é a garantia de que os municípios de Pernambuco receberão repasses em 2024, no mínimo, igual aos deste ano. “Teremos um novo orçamento com a cara de Raquel Lyra para ser posto em prática, a partir de 2024, disse.

Eleição no TCE

Os conselheiros do TCE-PE elegem, hoje, Valdecir Pascoal para o cargo de presidente do biênio 2024/2025. Ele sucederá Ranilson Ramos através do rodízio adotado pela corte de contas. A posse será no dia 1º de janeiro do próximo ano.

Dia de cão

Ontem foi um dia de cão para o sistema de segurança, devido às mortes de dois homens, no Recife, numa ação do Bope. Nove PMs foram detidos. E no Cabo um aluno foi assassinado dentro de uma escola da rede estadual.

Marília e Padilha

Causou ciumeira, principalmente, entre petistas, a conversa de pé de ouvido entre a ex-deputada Marília Arraes (SD) e o ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, na passagem dele por Pernambuco. Ela vem se mexendo no Estado, apresentando candidatos a prefeito. Recentemente lançou Armandinho em Caruaru.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade