Recife e Veneza discutem parcerias em comum

Fotos: Marlon Diego/Prefeitura do Recife


Recife vai se tornar cidade-irmã de Veneza, da Itália. Um acordo de irmanamento está sendo discutido e elaborado pelas equipes das duas gestões públicas e uma reunião presencial já foi realizada na sede da Prefeitura do Recife nesta terça-feira (28). O prefeito João Campos recebeu o prefeito de Veneza, Luigi Brugnaro, e discutiu alguns dos pontos estratégicos para a realização de futuros convênios de cooperação em áreas de interesse mútuo. 

“Recife é a Veneza Brasileira e eu diria que Veneza é a Recife Italiana. Temos rios e canais que são comuns às duas cidades e agora nós vamos construir uma agenda técnica com foco nas obras de infraestrutura para contenção do aumento do nível do mar e para a drenagem. Agradeço desde já pela disponibilidade em realizar esse trabalho conjunto”, afirmou João Campos.

Já para o prefeito Luigi, essa é a oportunidade para construir algo concreto entre as duas cidades. “Venho ao Recife há muitos anos e, pela primeira vez, vim conhecer o prefeito. Acredito que, junto com Veneza, poderemos contar o que o Brasil é hoje, o que foi, mas também o que pode ser. Mostraremos o que temos feito para combater as mudanças climáticas, mas também o nosso trabalho com fontes de energias renováveis e limpas. E vamos trabalhar por um intercâmbio, acima de tudo, cultural, com respeito mútuo, considerando as tradições de cada local”, destacou.

O principal fator global ao qual as cidades-irmãs se fundamentam é o conceito de correspondência. Este conceito é percebido na rede mundial, em que cidades formam um conjunto e, dentro dele, estabelecem acordos de intercâmbio cultural e de partilha de conhecimento, ensino e políticas empresariais, além de outras atividades.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade