PSB busca recuperação

Foto: Wesley d’Almeida/ Divulgação

Em 2020, o PSB comandava o Estado com o governador Paulo Câmara e elegeu 52 prefeitos. Quatro anos se passaram e o partido entra no período eleitoral administrando 39 municípios, tendo sofrido a perda de 13 gestores. Continua com ampla maioria se comparado a outras legendas, mas parte com prejuízo e, desta vez, sem contar com a máquina estadual. Vale citar, contudo, que algumas perdas foram combinadas com aliados, a exemplo de Josimara Cavalcanti (Dormentes), Dr. Otávio (Bodocó) e Nininho Carvalho (Parnamirim). Os três foram liberados pelo PSB para tentarem a reeleição no MDB. Dia desses, o principal líder da sigla socialista, João Campos, avisou que ajudará os emedebistas a crescerem nas eleições deste ano. Está de olho na base que pretende ter em 2026, caso seja reeleito no Recife, neste ano, e decida renunciar na metade do mandato para concorrer ao Governo do Estado. No Recife, se calculava que o PSB ficaria com 17 ou 18 vereadores, porém, fechada a janela das trocas, aumentou a bancada de 12 para 15. Teve que ceder Alcides Teixeira para o Avante e perdeu Davi Muniz para o PSD. Mesmo assim, o PSB tem cinco vezes o número de parlamentares em relação aos partidos que têm no máximo três. A tendência é a sigla eleger um número de vereadores próximo ao que tem hoje na Capital. Quanto aos prefeitos, fica a expectativa, já que pelo menos 80 socialistas disputarão prefeituras.

Jarbas Filho: “Nada mudou”

Apesar de o MDB ter optado por se manter ao lado do prefeito João Campos (PSB) e encerrar as conversas para entrar no Governo Raquel Lyra, o deputado estadual Jarbas Filho disse ontem que continua independente. “A decisão no Recife foi desvinculada do restante do Estado. A relação com o Palácio não mudou em nada”, garantiu.

Continua líder

O vereador Tadeu Calheiros, que era líder da oposição quando estava no Podemos,  será o novo líder do MDB na Câmara do Recife. O anúncio foi feito, ontem, pelo correligionário Samuel Salazar, que lidera a bancada do Governo João Campos.

Melhor buteco é lei

O Concurso Comida di Buteco vem agitado 44 bares do Recife, Olinda e Jaboatão e até  o dia 28 vai ter disputa pelo título de melhor opção. É de autoria do vereador Almir Fernando (PSB) a lei que inclui o Comida di Buteco no Calendário Oficial de Eventos do Recife.

Uso de escolas

Na reunião de monitoramento do programa Juntos pela Segurança, foi sugerida a utilização de escolas estaduais, aos sábados, para atividades de lazer, esporte e cultura. Serão cerca de 90 unidades em locais mapeados pela SDS, onde há maior número de homicídios. A maioria estará na Região Metropolitana. O objetivo é criar oportunidades para os jovens.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade