Prefeito de Itamaracá faz apelo por segurança à governadora

Foto: Reprodução/TV Guararapes

O prefeito da Ilha de Itamaracá, Paulo Batista (Republicanos), fez um apelo, nesta segunda-feira (26), à governadora Raquel Lyra (PSDB) para que o receba a fim de  tratar sobre a falta de segurança no município. A gota d’água, segundo ele, foram os assassinatos de um bebê de 10 meses e de uma criança de 10 anos, além das tentativas de homicídio contra dois meninos, a mãe e a avó deles devido à guerra do tráfico de drogas. Dois suspeitos foram presos em Itamaracá e estão sendo investigados sobre a participação nesses crimes..

Batista concedeu entrevista à TV Guararapes e fez o desabafo sobre a situação e, apesar de integrar a base aliada ao Governo, reclamou que Raquel não o atende. “Quero que a governadora me atenda, me dê uma resposta ao vivo. Estou com ela, mas estou preocupado e Raquel não fala nada. Não só eu, mas o povo está preocupado com a situação de Itamaracá”, falou.

O prefeito contou que seu único interlocutor junto ao Governo é o deputado estadual Antônio Moraes (PP), a quem já pediu ajuda. “É difícil eu explicar aos itamaracaenses. Ela (Raquel Lyra) não me escuta, não quer falar comigo. A única pessoa que falo, que tenho acesso é o deputado Antônio Moraes”, disse.

O gestor salientou que o dever de cuidar da segurança é do Estado, até porque tem um efetivo pequeno da Guarda Municipal. “Itamaracá precisa de efetivos da Polícia Civil e da Polícia Militar. Peço mais uma vez que o Governo tome providências”, acrescentou.

Paulo Batista disse que, após os últimos crimes, a caiu o número de turistas e isso vem prejudicando os comerciantes. “O Governo do Estado há décadas não olha para Itamaracá”, ressaltou o prefeito.

Candidato à reeleição, Batista reclama que a oposição se aproveita da situação para ataca-lo nas redes sociais. O prefeito garantiu que não há toque de recolher.

PRESOS

Hoje foram anunciadas as prisões de dois suspeitos, Itamaracá, portando armas de fabricação israelense. O delegado Gilmar Rodrigues, também em entrevista à TV Guararapes, não descartou o envolvimento dos dois presos nos crimes contra as crianças no município.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade