Petrobras promete evitar surpresas na obra do Trem 2 da Rnest

Representantes do Governo Federal concederam entrevista coletiva, nesta quarta-feira (17) sobre a construção do Trem 2 da Refinaria Abreu e Lima (Rnest), prevista para iniciar neste primeiro semestre e concluir em 2028. O anúncio oficial está marcado para sexta-feira pelo preside Lula. Além do aumento da produção de diesel S10 e geração de empregos, a obra merece uma atenção especial, já que a mesma refinaria foi envolvida em escândalos de corrupção. O projeto inicial era calculado em US$ 2 bilhões e apenas o Trem 1 custou cerca de US$ 19 bilhões.

A gerente de Projetos de Desenvolvimento de Produção da Petrobras, Mariana Cavassin, garantiu que foram realizados estudos sobre o projeto, “para que não tenhamos surpresas ao longo da execução”. Os valores do investimento, inclusive, ainda não podem ser divulgados porque o processo de licitação está na fase de apresentação de proposta das empresas interessadas em participar.

“As obras do Trem 2 estão sendo licitadas e o recolhimento das propostas será no final de fevereiro. Os dados finais serão divulgados após o recolhimento. Os R$ 18 bilhões foram aplicados no Trem 1 e parte do Trem 2. Fizemos um detalhamento do estado da obra, o que está degradado, para termos uma estimativa”, justificou Mariana Cavassin.

Quando estiver concluída em sua totalidade, a Rnest produzirá 260 mil barris de diesel S10 ao dia. Atualmente, a capacidade de produção é de 100 mil barris/dia, mas em 2025 serão feitas adequações no Trem 1, para chegar a 130 mil barris/dia.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade