Olho no Padre

Sabe aquele ditado popular: um olho no padre e outro na missa? Pois bem, o prefeito de Gravatá, Padre Joselito Gomes (PSB), parece que vem adotando. Ontem, já divulgou toda programação cultural/religiosa para o primeiro semestre, que inicia com a Festa de Reis, passa pelo Carnaval, Semana Santa e termina com o São João. Todos os eventos são mistura de festa religiosa e profana. Essa antecipação do calendário cultural dá uma demonstração de organização e planejamento administrativo, mas tem um outro calendário em jogo: o eleitoral. Como é candidato à reeleição, só poderá participar de atos oficiais até o final de junho. Daí querer tudo pronto desde já. E, nesse meio tempo, quer o eleitor de olho nas festas religiosas e no candidato, no caso ele. Outros quatro nomes querem enfrentar Joselito, que são o ex-prefeito Joaquim Neto (PSDB, derrotado em 2020), o vice-prefeito Júnior Darita (sem partido e com quem está rompido), o vereador Bruno Sales (PSDB, mas a caminho do Republicanos) e o vereador Leo Giestosa (que foi eleito pelo extinto PTB). Há uma intenção de Darita de unir a oposição para derrotar o prefeito, mas será necessário muito poder de convencimento. Caso os oposicionistas continuem divididos, o Padre deve levar boa vantagem. Joselito, por sinal, tende a trocar o PSB pelo PSD, já que afastou-se do deputado estadual Waldemar Borges (PSB). Continuaria num partido da base do presidente Lula (PT) e também se aproximaria da governadora Raquel Lyra (PSDB).

Verba garantida

Um dos coordenadores da bancada pernambucana, o deputado federal Carlos Veras (PT) destaca a inclusão de R$ 14 milhões no Orçamento da União para a construção dos Centros Arrecifes. O pedido foi feito pelo prefeito João Campos (PSB). Serão espaços onde a Prefeitura do Recife vai oferecer vários serviços aos jovens em situação de vulnerabilidade social. Meta da PCR é ter quatro unidades.

Para HR também

A bancada federal também atendeu ao pedido da governadora Raquel Lyra (PSDB) e emplacou R$ 22 milhões para a reforma do Hospital da Restauração, neste ano. O Orçamento da União tem R$ 11,3 bilhões só para emendas de bancada.

Preso e liso

O tenente-coronel Mauro Cid faz vaquinha virtual para arrecadar R$ 300 mil. O dinheiro servirá para pagar aos advogados e tentar sair da cadeia. O ex-auxiliar de Jair Bolsonaro está preso sob acusação de vender joias a pedido do ex-presidente.

Ainda magoada

Além do PSB, praticamente só o PT teria condições de ocupar a vice do prefeito João Campos, tanto que o senador Humberto Costa vem pleiteando isso. Mas as más línguas dizem que, se dependesse da presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, os petistas não apoiariam João. Ela ainda lembra dos ataques do prefeito ao PT, na campanha de 2020.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade