O medo das palavras

Quem vive no mundo da política conhece muito bem o chamado “off”. É aquele momento em que o interlocutor pede para não se divulgar ou publicar declarações sobre o que realmente acha a respeito de determinado assunto. Na tribuna da Câmara Federal e do Senado não tem off e é lá que os parlamentares procuram medir as palavras, principalmente, nestes tempos de radicalismo ideológico e do politicamente correto. Isso é revelado pela pesquisa do Instituto Savis, divulgada pelo site Congresso em Foco. Dos 93 deputados federais e 12 senadores entrevistados no levantamento, cerca de 17% responderam que já evitaram falar em plenário por receio de algum tipo de retaliação. Uma palavra vista com outro viés, pronto, lá se vão centenas ou milhares de votos. Quando o assunto envolve o Poder Judiciário, aí é que fica difícil ouvir um ataque porque um dia pode ter troco. E qualquer parlamentar é passível de ser alvo de algum tipo de processo. Dos entrevistados, 72,2% revelaram temor do Judiciário; 22,2% têm medo da opinião pública e 5,5% receiam da retaliação dos partidos. O tal medo só diminui quando o deputado ou senador é de oposição. A pesquisa apontou que entre deputados e senadores ouvidos, os que mais defendem a liberdade de expressão como pauta prioritária são os oposicionistas. Mas, claro, quando a vidraça é o Governo ou até mesmo outro parlamentar adversário. Nesse caso, muitas vezes as vossas excelências extrapolam os limites.

“Juntos” virou moda

Depois que a governadora Raquel Lyra (PSDB) adotou a palavra “juntos”, quem quer reclamar de alguma coisa está, digamos, plagiando. Hoje tem protesto de motoristas contra o aumento do preço do GNV em Pernambuco e o tema é “Juntos somos mais fortes”. Na sexta-feira passada, o deputado Gilmar Júnior (PV) reuniu enfermeiros e lançou o “Juntos pela enfermagem”, com críticas ao Estado.

Só lembrando!

Pré-candidato a prefeito de Garanhuns, o deputado Izaías Régis (PSDB) usa as redes sociais para lembrar que atuou em prol da duplicação da BR-423. Também lembra que o Magia do Natal foi criado na sua gestão, mas agora se chama Encantos de Natal.

Prorrogação

O Governo do Estado avisa que as inscrições para o Programa de Formação em Prevenção Social à Violência foram prorrogadas até a próxima quarta-feira. Objetivo é auxiliar os municípios com planos e estratégias.Inscrição no site www.sdscjpvd.pe.gov.br.

Armando Neto filia-se hoje

O ex-senador Armando Monteiro Neto chega hoje à casa nova, depois de sair do PSDB e optar por filiar-se ao Podemos. O ato está marcado para as 16h, no Hotel Mirante, em Boa Viagem. Lideranças locais e nacionais estarão presentes, inclusive a presidente da sigla, deputada federal Renata Abreu. Armando diz que já cumpriu a missão entre os tucanos e agora vai viver uma nova experiência partidária.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade