Livre do PSB e com Lula

O ex-governador Paulo Câmara ganhou um novo semblante, agora na função de presidente do Banco do Nordeste (BNB). Está mais leve, após os oito meses na nova função, quando comparado aos oito anos no comando do Estado. Até o início deste ano, não era bem assim. Foi colocado de lado na campanha eleitoral de 2022, quando estava em jogo a sua própria sucessão; não disputou mandato e até mesmo para encontrar espaço no Governo Federal teve que ser uma escolha pessoal do presidente Lula, porque seu ex-partido, o PSB o barrou para ministro e não fez esforço para indicá-lo para outro lugar. Ontem, perguntado se se sentia injustiçado, foi curto na resposta: “Recebi o reconhecimento de quem eu queria”. Agora, na condição de repassador de bilhões de reais, e não de quem faz conta dia e noite para efetuar pagamentos, Paulo Câmara garante estar focado no trabalho designado por Lula. Porém, mesmo ocupando uma posição, digamos considerada neutra, por estar à frente de um banco que atua no incentivo a empreendimentos, sabe que as questões políticas ainda pairam no ar. Perguntado se a governadora Raquel Lyra ou alguém do Governo Estadual já o procurou para tratar de parcerias, novamente foi lacônico na resposta: “Não”. Mas como o BNB não empresta dinheiro a governos, disse que uma das prioridades para 2024 será garantir mais recursos do FNE, Crediamigo e Agroamigo a quem desejar investir e empreender em Pernambuco. 

Alvo seria a Presidência

O ministro Gilmar Mendes se coloca contra estabelecer mandato no STF, como prega o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco. Avalia que o objetivo é tirar o poder do presidente da República. Mendes acha que se isso fosse aprovado, o Legislativo e instituições corporativas é que iriam querer fazer indicações.

Governadora favorita

No dia 13, o Consórcio do Nordeste elegerá o sucessor ou sucessora do presidente, o governador da Paraíba, João Azevedo (PSB). A favorita, no momento, é a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT).

Candidato em Salgueiro

Futuro presidente do novo Partido da Renovação Democrática (PRD), Fabinho Lisandro é pré-candidato a prefeito de Salgueiro. Em 2022, ele ficou na primeira suplência de deputado estadual. O PRD surgiu com a fusão entre o Patriota e o PTB.

Recentro como referência

O deputado federal Pedro Campos (PSB) integra a Frente Parlamentar Mista pelos Centros Urbanos e quer colocar como referência a experiência do Recentro, da Prefeitura do Recife. “É fundamental termos políticas públicas que unam potencialidade econômica, arquitetônica, histórica e cultural com sustentabilidade, geração de emprego, renda e justiça social”, afirmou.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade