João Campos: “Eu tive”

Apontado com peça-chave para o acordo que viabilizou projeto de lei que definiu a redistribuição do ICMS entre os municípios pernambucanos, em 2024, o prefeito do Recife, João Campos (PSB), evitou cravar que o Governo do Estado poderia ter participado com ajuda financeira, durante entrevista ao Diario de Pernambuco e ao  Blog Dantas Barreto, ontem. Mas deixou isso claro, nas entrelinhas, quando questionado se faltou sensibilidade. “Se outros entes não ajudaram, se em outras portas batidas não foi encontrada solidariedade…Não sei o que pediram. Disseram que tentaram construir acordos, alternativas e não conseguiram. E a conta bateu no Recife. Não sei a quem faltou sensibilidade. Eu tive a sensibilidade necessária”, falou João Campos. Ele reconhece que R$ 7,5 milhões são uma perda, mas que significa menos de 1% dos R$ 950 milhões que o Recife terá direito do ICMS. O prefeito ainda disse que o destino compensou no mesmo dia, com o depósito de 13 milhões de dólares do Promar e, ontem, com a notícia de que o Bradesco vai pagar R$ 90 milhões para administrar a folha de pagamentos da Prefeitura. O resultado político foi muito positivo para João, porque ganhou a simpatia dos deputados, inclusive governistas, e principalmente dos prefeitos, não só dos 23 municípios que teriam um prejuízo ainda maior.

Azedou de vez

O que já era dito nos bastidores agora escancarou de vez em Igarassu. O deputado Mário Ricardo rompeu com a prefeita Elcione Ramos, a quem apoiou em 2020.  E avisou que seu grupo terá candidato contra ela. Poderá ser o próprio Mário ou seu filho Miguel Ricardo, que assumiu o comando do Republicanos no município.

Dois lados…

O deputado Lula Cabral (SD) é pré-candidato a prefeito do Cabo e saiu em defesa do município, reclamando da perda de R$ 59 milhões no repasse do ICMS em 2024. Ficou bem na fita com os eleitores cabenses e usará isso na campanha eleitoral.

…da moeda

Já o prefeito João Campos (PSB) abriu mão de R$ 7,5 milhões para ajudar 23 municípios pequenos. Apesar dessa redução na receita para 2024, quando tentará a reeleição, o socialista certamente não perderá votos por isso. Diz que vai entregar mil obras ano que vem.

Terror nas ruas do Recife

Lamentáveis as cenas vistas no Recife, com veículos sendo incendiados na rua, em plena luz do dia. A suspeita recai sobre as facções criminosas que, pelo visto, acham que mandam no pedaço. Moradores do Alto José Bonifácio ficaram sem transporte público, energia e com muito medo.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Publicidade