Haja articulação na Alepe

Ontem, foi dia de muita articulação entre os deputados estaduais com vistas à eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa, marcada para a manhã de hoje, mas que deve entrar pela tarde, se houver segundo turno na disputa por algum cargo. A única pausa das negociações foi quando boa parte dos parlamentares esteve presente no ato de filiação do ex-senador Armando Monteiro Neto ao Podemos. Inclusive o presidente Álvaro Porto (PSDB) e o primeiro-secretário Gustavo Gouveia (SD). Mas assim que Armando encerrou o discurso, os deputados partiram para reiniciar as negociações. Até ontem à noite, o único que a ter certeza de permanência na Mesa era Álvaro Porto (PSDB), enquanto Cleiton Collins (PP) buscava um lugar, já que, pelo Regimento Interno, não pode mais ocupar a 2ª secretaria. As candidaturas devem ser homologadas até as 9h e, certamente, teve deputado que varou a madrugada tentando acordos. Como a decisão de mudar a Constituição aconteceu no dia 7 e no domingo passado foi marcada a eleição para hoje, o tempo foi muito curto para os postulantes terem conversa tete a tete com todos os pares. Só Álvaro Porto é que tem a maioria. Digo maioria porque, depois do discurso do deputado Antônio Moraes (PP), na tribuna da Alepe, criticando a atitude do presidente de marcar a votação com mais de um ano de antecedência, não dá para garantir que Porto será unanimidade.

Plano B de Gouveia

A 1ª secretaria da Assembleia Legislativa vem sendo cobiçada por outros deputados, mas Gustavo Gouveia (SD) tenta se manter no cargo, na eleição antecipada de hoje. Porém, corre nos bastidores que ele teria plano B. Se não for reeleito, será candidato a prefeito de Carpina, no pleito de 2024. Caso continue na 1ª secretaria, sua esposa Eduarda Gouveia, será confirmada na disputa pela prefeitura.

De olho no PT

O deputado José Queiroz (PDT) gostou da conversa com a senadora Teresa Leitão (PT), ontem. Agora que se reunir Humberto Costa, na busca do apoio do PT na eleição de Caruaru. O prefeito Rodrigo Pinheiro (PSDB) também está no jogo.

Mais isenção

A Câmara do Recife aprovou projeto do Executivo que isenta agremiações culturais de impostos e agora os vereadores Michelle Collins e Luiz Eustáquio querem ampliar para instituições do terceiro setor. Emenda de Michelle não foi incluída.

Dossiê

O Observatório De Olho nos Ruralistas está divulgando um dossiê com denúncias contra o presidente da Câmara dos Deputados, Artur Lira (PP/AL). Como título “Artur, o fazendeiro: a face agrária dos clãs Pereira e Lira”. Relata como o deputado ampliou seu patrimônio em Alagoas e Pernambuco. Só que Artur parece ser blindado. Todas As vezes que tentam atingi-lo ele sai ileso.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade