Deltan diz que Novo terá candidatos a prefeito indignados com a corrupção

Foto: Ruan Pablo/ DP

Ex-deputado federal e ex-procurador da República, Deltan Dallagnol está no Recife, desde ontem, em mais uma etapa da sua nova empreitada, que é fortalecer o partido Novo no País. Junto com ele veio o presidente nacional da legenda, Eduardo Ribeiro, que reuniram lideranças de vários municípios no Auditório Moinho Recife Business & Life. Em visita ao Diario de Pernambuco, Deltan e o líder político do Novo em Pernambuco, Tecio Teles, avisaram que a meta é lançar o maior número de candidatos a prefeito no Brasil, inclusive no Recife. O ex-procurador não descarta disputar a Prefeitura de Curitiba ano que vem.

“Estamos preparando o Novo para as eleições de 2024 com pessoas indignadas com a corrupção, com a incompetência e com a má gestão. Nós precisamos colocar pessoas com bons propósitos para lutar pela transformação. O partido vive um momento muito bom, batendo recorde de filiações porque é formado por pessoas honestas e que não se envolvem  em escândalos de corrupção”, ressaltou Dallagnol.

Questionado se tem intenção de concorrer nas eleições do próximo ano, Deltan disse ser uma possibilidade. Em 2022, ele foi o deputado federal mais votado do Paraná, com 345 mil votos, sendo 150 mil em Curitiba, onde tem domicílio eleitoral. Ele teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas permanece com os direitos políticos, o que possibilita entrar na disputa municipal. E também não está descartada que sua esposa, Fernanda Dallagnol, concorra em seu lugar.

“Temos exemplo de gestão em Joinville, que foi considerada a melhor cidade do País em 2022, terceira melhor para empreender e a oitava mais segura. E o prefeito Adriano Silva tem 92% de aprovação. Minas Gerais é uma referência de administração com o governador Romeu Zema. Por isso é uma possibilidade disputar a Prefeitura de Curitiba e lançar candidatos pelo País. Já mostramos que temos capilaridade e público para ouvir o que a gente pensa sobre construir uma política de consenso. Precisamos criar um ambiente que possa ser alternativa para a direita e quem é liberal. E hoje estamos priorizando o Nordeste”, disse Deltan Dallagnol.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade