“Dei tapa e daria três”, diz Quaquá sobre a confusão na Câmara

Foto: Câmara dos Deputados

Do Correio Braziliense

O deputado federal Washington Quaquá (PT-RJ) que se envolveu em uma confusão no plenário da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (20/12), com o deputado Messias Donato (Republicanos-ES), disse que estava defendendo o presidente e que daria mais tapas se precisasse.

A confusão ocorreu durante a sessão solene de promulgação da reforma tributária. “Dei tapa e daria três, quatro, se precisasse. Eu fui filmar para representar no Conselho de Ética contra o Nikolas e esse outro deputado que eu não conhecia tentou tirar o celular da minha mão (…) eu dei um tapa e daria quantos fossem necessários porque não abaixo a cabeça para fascista”, afirmou Quaquá ao portal g1.

Quaquá é vice-presidente do PT nacional disse ainda que não teme ter seu mandato cassado. “Fiquem à vontade. Toda vez que me agredirem, vou agredir de volta. No plenário ou na rua”, afirmou o petista.

Procurada, a assessoria do parlamentar confirmou as falas do deputado.

Já o deputado Messias Donato informou ao Correio que registrou um boletim de ocorrência contra o petista.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Publicidade