TRE reprova prestação de contas do PDT de Pernambuco

Por unanimidade, o pleno do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco reprovou as contas do diretório estadual do PDT referentes às eleições de 2022. Os magistrados ainda determinaram a suspensão do recebimento do fundo partidário por quatro meses e a devolução de aproximadamente R$ 184 mil aos cofres públicos.

Na decisão, a corte do TRE alegou que não foram destinados recursos do fundo partidário às candidaturas femininas e para candidatas negras na eleição do ano passado. Tal postura contraria resoluções do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de 2019.

Representado pela advogada Diana Câmara, que trabalhou por anos com o PSB, o diretório estadual pedetista é presidido pelo ex-deputado Wolney Queiroz. Ainda cabe recurso ao TSE.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade