Simepe leva reivindicações dos médicos a Geraldo Alckmin

Foto: Divulgação


Unindo forças com entidades sindicais médicas do País o Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe) esteve em Brasília, capital federal, reunindo-se com o vice-presidente do Brasil, Geraldo Alckmin, apresentando uma pauta de reivindicações em defesa da categoria. A necessidade da manutenção do Revalida para o exercício da profissão, bem como o controle para a abertura indiscriminada de novas escolas de medicina estiveram entre os pontos destacados durante o momento de diálogo.

Representaram o Simepe nesta audiência ocorrida na sede do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços (Mdic), o presidente e a vice-presidente da entidade, Walber Steffano e Ana Carolina Tabosa, respectivamente.

“Pudemos dialogar com o executivo nacional sobre os problemas enfrentados pelos médicos de todo o Brasil. A precarização dos vínculos trabalhistas, a necessidade de um acompanhamento direto com relação a abertura indiscriminada de novas escolas de medicina, assim como a defesa da manutenção da revalidação dos diplomas de médicos que se formaram no exterior e querem atuar no Brasil, através do Revalida, foram temas abordados e discutidos com o objetivo de construir garantias para o exercício da medicina no país”, pontuou a vice-presidente do Simepe, Ana Carolina Tabosa.

Já o presidente do sindicato, Walber Steffano, destacou que toda a reunião foi baseada na defesa da categoria e dos pleitos dos profissionais das mais variadas regiões do país. “Um momento importante porque pudemos expor para o Governo Federal, a necessidade da revisão e da manutenção de pontos que atingem, de maneira direta, o exercício da medicina em todo o Brasil. Saímos desse encontro com a certeza de que construímos um diálogo positivo em defesa da categoria”, comentou.

O Simepe reafirma que segue atuando na defesa dos colegas médicos, buscando construir com todos os setores, medidas que valorizem e tragam garantias ao profissional médico.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Publicidade