Raquel Lyra e Silvio Filho lançam licitação para dragagem em Suape

OoO processo de licitação para dragagem dos canais externo e interno do Porto de Suape foi lançado, nesta sexta-feira (22), no Palácio do Campo das Princesas. A governadora Raquel Lyra (PSDB) e o ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, ressaltaram a importância da obra, que terá um investimento de R$ 204 milhões, sendo R$ 103 milhões do Estado e R$ 101 milhões da União. Com maior calado, o Porto terá capacidade de receber cargueiros de maior porte, mais contêiners e ampliar os negócios, principalmente, com países do Hemisfério Norte.

Com a intervenção, que terá duração de 8 meses, o canal passará a ter profundidade de 16,2 metros, permitindo a atracação de porta-contêineres de 366 metros de comprimento e de outras embarcações com capacidade máxima, gerando aumento exponencial no volume de cargas movimentadas no porto. Atualmente apenas navios com calado de 12,1 metros podem acessar o atracadouro no período do inverno, na maré zero.

O processo licitatório da nova dragagem deverá ser concluído no primeiro trimestre de 2024 e o início das obras coincidirá com a finalização das intervenções no canal externo, potencializando as operações com granéis líquidos (petróleo cru e derivados), que colocam Suape na liderança nacional.

O ministro Silvio Filho ressaltou que a dragagem vai propiciar mais empregos e renda em Suape. “Nos últimos anos, perdemos a capacidade de investimentos no Porto de Suape e precisamos alavanca-lolo para poder competir com outros portos. Estamos anunciando uma obra compartilhada entre o Governo Federal e o Governo do Estado, que vai trazer desenvolvimento econômico. Sou um defensor de programas sociais, como o Bolsa Família, mas o maior programa é a geração de emprego e renda”, ressaltou.

Raquel Lyra ressaltou a parceria com o Governo Federal, que vai entrar com R$ 101 milhões, dos R$ 204 milhões que serão aplicados na obra. “O presidente Lula tem sido generoso com Pernambuco. Já fiz 28 viagens a Brasília e nenhuma delas foi em vão. As obras estão acontecendo. Falar de Suape é falar do desenvolvimento de Pernambuco e daquela região”, destacou a governadora. Raquel assinalou que a dragagem vai aumentar a capacidade de importação e exportação, reposicionando o Estado no setor de logística do Brasil e do mundo.

Paulo Sales é presidente do Conselho de Administração de Suape e do Grupo Moura e tem a visão dos dois lados sobre a importância da dragagem dos canais de Suape. “O Porto estava limitado pelo calado dos navios. Com a duplicação da Refinaria de Abreu e Lima, a Petrobras vai poder entrar com navios de maior porte e Suape vai poder atender o Hemisfério Norte”, destacou.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade