Raquel Lyra crê na aprovação do fim das faixas salariais com imensa maioria na Alepe

Foto: Hesíodo Góes/Secom

A governadora Raquel Lyra (PSDB) disse, nesta segunda-feira (15), ter confiança na “aprovação com imensa maioria” do projeto que extingue as faixas salariais dos policiais militares e bombeiros. A proposta tramita na Assembleia Legislativa e já foi aprovada na Comissão de Constituição, Legislação e Justiça (CCLJ). Nessa quarta-feira (17), será avaliada pelas comissões de Finanças, Administração e de Segurança Pública, para então ir à votação em plenário.

De acordo com Raquel, a proposta de fazer por etapas até 2026 foi a alternativa encontrada, conforme a situação financeira do Estado. Além de nivelar as faixas, também está sendo proposto reajuste salarial para as duas categorias de forma escalonada. Os militares, no entanto, querem abreviar o prazo para 2025 e têm apoio de deputados que os representam e da oposição. Na semana passada, o Governo atendeu ao pedido dos parlamentares e encaminhou as informações que embasam o projeto.

“A gente se comprometeu com os policiais militares e bombeiros militares a resolver um problema de anos, que foi a criação das faixas salariais. A distorção no plano de cargos e carreiras que acabou acontecendo, a quebra de hierarquia e tudo mais. O nosso propósito, desde o primeiro dia do Governo, foi buscar os elementos necessários, garantir o equilíbrio das finanças e permitir o fim das faixas salariais e também o reajuste até 2026. Encaminhamos para a Assembleia Legislativa. Isso traz um impacto de cerca de R$ 1,8 bilhão aos cofres públicos”, relatou, durante a participação no 7º Congresso Pernambucano de Municípios, no Centro de Convenções.

A governadora disse que as informações solicitadas foram entregues aos parlamentares houve audiência pública com representante do Estado para que tudo fosse esclarecido. “Todos os elementos necessários para que se compreenda que chegamos ao limite do que é possível, garantindo reajuste com reposição inflacionária às remunerações desses trabalhadores. Estamos confiantes de que teremos uma aprovação com imensa maioria na Casa”, ressaltou Raquel Lyra.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade