Questão é a tropa

A transmissão do comando geral da Polícia Militar, nesta sexta-feira, foi marcada por discursos que falavam sobre valorização da tropa. Tanto o coronel Tibério Santos, quanto seu sucessor, coronel Ivanildo Torres, foram enfáticos nessa questão. Essa é uma das maiores queixas que se ouve entre policiais civis e militares. E que se agravam na medida em que os números da criminalidade, ao invés de diminuirem, aumentam. Apesar dos esforços empreendidos. Mas como os especialistas dizem, violência reduz com policiais nas ruas, só que a PM e a Civil carecem de pessoal. A governadora Raquel Lyra (PSDB), ao empossar o coronel Torres, voltou a enfatizar que será realizado concurso público para as duas categorias. No entanto as nomeações estão previstas para o período entre 2025 e 2026, prazo estabelecido por ela mesma para alcançar a redução de 30% na criminalidade. Raquel fez as trocas que considerou necessárias, atendeu ao pedido do secretário Alessandro Carvalho para ter pessoas da sua confiança e agora é fazer com que seu empenho pessoal, como disse no discurso, se transforme em motivação para os policiais. Isso se dá, como as duas categorias pregam, através da valorização financeira e emocional, capacitação e estrutura para enfrentar a bandidagem. O tempo é curto para um desafio enorme, que, como falou a própria Raquel, o sonho é transformar Pernambuco num estado acolhedor.

O tom da despedida

O coronel Tibério Santos deixou o comando da PM, após 12 meses. Na despedida, fez questão de dizer que realizou um trabalho com maestria e sai de cabeça erguida. “Foi um ano difícil, mas seria pior se não fosse o empenho de quem estava à frente dos comandados”, falou no discurso. Em outro trecho, disse: “Sei que estão cansados de tantas cobranças, mas só terão sucesso com a tropa motivada”.

Comandar é…

O novo comandante-geral da PM, coronel Ivanildo Torres, fez um discurso focado no cuidado e valorização da tropa. “Comandar não é apenas dar ordem, é criar ambiente onde cada um se sinta valorizado, tenha respeito. Prometo cuidar da minha tropa”, disse.

Prazo é abril?

A vereadora Cida Pedrosa (PT) tem a expectativa de que o mês de abril seja o prazo para a definição sobre quem será o vice na chapa do prefeito João Campos (PSB), no Recife. Ela admite que ainda não tem ideia de quem seu partido indicará e nem faz apostas.

Fórum internacional

O município de Paulista sediará, no mês de março o 1º Fórum Econômico Internacional, que pretende reunir representantes diplomáticos de vários países. A cônsul da Argentina, Julieta Guerra, já avisou que será uma ótima oportunidade para apresentar as atrações e potencialidades do seu país e conhecer experiências de outros locais.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade