Presença do PDT no Estado e PCR provoca incômodo no PP

Foto: Reprodução

Os rumores dentro do PP sobre a possibilidade de apoio à reeleição do prefeito do Recife, João Campos (PSB), começam a ganhar corpo. Já tem , inclusive, candidatos a vereador querendo liberação para pedir voto para o socialista. Não só pelo favoritismo, mas também pela presença do PDT, tanto no Governo do Estado quanto na gestão municipal. Integrantes do partido lembram que, quando houve a decisão de aderir à base da governadora Raquel Lyra (PSDB), foram entregues as três secretarias municipais.

No entanto, os pedetistas não fizeram o mesmo. A vice-prefeita Isabela de Roldão chegou a declarar, na semana passada, que nada mudou pelo fato do PDT assumir a Secretaria Estadual da Criança e Juventude. No Recife, o partido ocupa a Secretaria Executiva de Articulação Social, com Wellington Batista. Os progressistas ainda lembram que o PDT não um deputado, enquanto a legenda tem oito estaduais e quatro federais.

Nesta segunda-feira (19), o presidente estadual do PP, deputado Eduardo da Fonte, não descartou a possibilidade de aliança com o PSB recifense, durante entrevista ao Blog do Alberes Xavier.

Esse assunto deverá entrar na pauta da reunião que acontecerá no final da tarde de hoje, com participação da direção estadual, deputados estaduais e federais, prefeitos e candidatos. Outro tema que pode ser colocado é sobre a ocupação de cargos no primeiro escalão do Governo Raquel. O PP tem atualmente a Ceasa. Além do PDT, o Podemos e o PSD ganharam secretarias.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade