Petistas não se abalam

Os petistas procurados, ontem, optaram por avaliar como normal a movimentação que o prefeito João Campos (PSB) fez, sábado passado, ao orientar que três secretários e o chefe de gabinete se filiassem ao MDB, Republicanos, União Brasil e PCdoB. Os quatro auxiliares já são cotados para a vaga de vice. A expectativa que os petistas têm, contudo, é que alguém do PT seja o escolhido. “A vaga de vice é do PT. Quero acreditar que não altere o curso normal da aliança PSB/PT na majoritária”, disse o presidente estadual do partido, deputado Doriel Barros. A senadora Teresa Leitão também procurou passar tranquilidade: “É uma movimentação normal. João Campos agora tem seis opções, mas nunca disse que a vice não seria do PT”. Mozart Sales, que disputa internamente a vaga com o deputado Carlos Veras, afirmou que está tranquilo e que essas filiações fazem parte do jogo político. “O PT tem seu calendário e quadros partidários históricos. Ainda vai ter muito debate e estamos nos aproximando do momento de concretizar o processo. O partido está com muita maturidade para não repetir o que já fez no passado”, disse. Mozart avalia, inclusive, que a escolha do vice acontecerá antes de julho. Já o presidente municipal, Cirilo Mota, repetiu o mantra de que a atitude de João Campos “foi normal e a gente afirma que o PT vai ter a vice”. “Até o dia 27 deste mês, vamos deixar só um nome para indicar. Pode ser Mozart, Carlos Veras ou nenhum dos dois. Vamos avaliar qual a melhor estratégia com foco na vice e não no nome”, avisou Cirilo.

Agora só tem Castello

Com Luciana Santos (PCdoB) fora da disputa pela Prefeitura de Olinda, o vereador Vinícius Castello diz que a federação PT/PCdoB/PV agora só tem ele para encabeçar a chapa majoritária. Chegaram a cogitar a sua filiação à sigla comunista, mas ele permanece no PT. É provável que ainda ocorram conversas como PSB, da pré-candidata Gleide Ângelo.

Cabo eleitoral

As pesquisas mostram que a popularidade da governadora Raquel Lyra (PSDB) não repete os percentuais de quando foi eleita, principalmente no Recife. Mas o presidente do PSDB, Fred Loyo, garante que ela vai surpreender como cabo eleitoral, inclusive na Capital.

Macaparana

A decisão do prefeito de Macaparana, Paquinha (PP), de manter o vice Giva (PSB) levou o secretário de Agricultura, Zé Ivaldo (PL), a se lançar na disputa pela Prefeitura. Ele culpa o deputado Antônio Moraes (PP). O parlamentar disse que Paquinha se baseou em pesquisas.

Alta expectativa

Pré-candidato a prefeito, Ramos (PSDB) está animado com chapa de vereadores em Paulista. Calcula que a federação PSDB/Cidadania poderá eleger dois vereadores. O time conta até com a ex-mulher de seu adversário, o ex-prefeito Júnior Matuto (PSB). Andrea Pereira será candidata a uma vaga na Câmara apoiando Ramos.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade