Lula rebate acusação de Bolsonaro sobre perseguição pela PF: “Asneira”

Foto: Reprodução/Youtube @Lula

Do Correio Braziliense

O presidente Luiz Inácio Lula da Sila rebateu, nesta terça-feira (30/1), a acusação do ex-presidente Jair Bolsonaro de que a operação de busca e apreensão da Polícia Federal (PF) deflagrada ontem em endereços do seu filho, o vereador Carlos Bolsonaro (PL-SP), seria perseguição política.

Para o petista, Bolsonaro disse “uma grande asneira” e o governo não manda nem na PF, nem na Justiça. O presidente também ressaltou que o antecessor tentou interferir na corporação em benefício próprio. Sobre a investigação, Lula frisou ainda que os investigados devem ter a presunção da inocência e que a PF não pode fazer “pirotecnia” com suas operações.

“Ele falou uma grande asneira. O governo brasileiro não manda na Polícia Federal. Muito menos o governo brasileiro manda na Justiça”, declarou o chefe do Executivo em entrevista à CBN Recife. “A Polícia Federal foi cumprir um mandado da Justiça. Eu não vejo nenhum problema anormal se é uma decisão judicial”, acrescentou.

 

 

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Publicidade