Liderança em jogo

 

Liderança em jogoO deputado Izaías Régis (PSDB) será candidato a prefeito de Garanhuns e, por conta disso, iniciaram as especulações nos bastidores da Assembleia Legislativa sobre se a governadora Raquel Lyra (PSDB) anteciparia a mudança do líder do Governo. Assim, o deputado poderia cuidar da sua campanha. Caso isso ocorra, seria natural que o escolhido fosse Antônio Moraes (PP), por ser apontado como líder de fato. Diariamente ele vai à tribuna ou ao microfone de aparte fazer a defesa do Governo Raquel Lyra. No entanto, Moraes ocupa uma função estratégica na presidência da Comissão de Constituição, Legislação e Justiça (CCLJ) e Raquel precisa dele onde está, por conta dos projetos de interesse do Governo. Outros nomes já foram citados em conversas informais. Uns bons de bastidores, outros que topam o enfrentamento com a oposição. O vice-líder do Governo é o deputado Joãozinho Tenório (PRD), que mesmo estando no primeiro mandato, sua ascensão à liderança não seria surpresa. Mas ainda não se sabe qual a decisão da governadora, se vai manter Izaías, no período em que ele estiver cuidando da campanha eleitoral, ou se pretende antecipar a troca. Certo mesmo é que haverá outro líder, caso Izaías Régis vença a eleição em Garanhuns.

Pensando nas urnas

O ex-ministro Flávio Dino foi eleito senador em 2022 e só exerceu o mandato neste mês de fevereiro. Hoje toma posse no STF e, na despedida do Senado, confessou que ainda pensa em disputar eleições. Dino ficará no STF até 2044, quando terá 75 anos. Se espelha nos norte-americanos Joe Biden e Donald Trump.

Progressistas…

Os integrantes do PP estão na expectativa em relação à reunião que o presidente do partido, deputado Eduardo da Fonte, terá com a governadora Raquel Lyra (PSDB), provavelmente amanhã. Na pauta um espaço no primeiro escalão do Governo Estadual.

…No aguardo

Esse assunto seria tratado na reunião com a direção do PP, segunda-feira, mas foi tirado da pauta, justamente porque Eduardo da Fonte já quer levar aos correligionários algo mais concreto. Se realmente será oferecido algo que valha a pena.

Recife com menos MCMV

A Ademi-PE divulgou estudo apontando que o Recife está entre as capitais com mais de um milhão de habitantes que menos lança moradias do programa Minha Casa Minha Vida. O déficit habitacional, que atualmente está em 9 mi residências, pode chegar a 12 mil, no ano de 2028, conforme a Ademi.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade