Lider do Governo contesta comemoração do líder da oposição sobre Rua da Imperatriz

Foto: Divulgação

A sanção do prefeito João Campos (PSB) ao projeto que incluiu a Rua da Imperatriz no programa Recentro vem causando divergências entre governistas e oposição. O vereador Alcides Cardoso (PSDB) comemorou, ressaltando que os incentivos fiscais a comerciantes e proprietários de imóveis estão garantidos graças à sua iniciativa. O líder do governo, Samuel Salazar (MDB) contesta, afirmando que houve uma mobilização da Câmara Municipal para beneficiar uma das principais centros comerciais do Recife.

“Ao contrário do que foi divulgado pelo vereador Alcides Cardoso, a inclusão da Rua da Imperatriz no plano de incentivo fiscal do Programa Recentro decorreu de um amplo diálogo da Câmara do Recife, por meio dos vereadores, com os diversos setores da sociedade e segmentos econômicos da cidade. As conversas evoluíram para necessidade de estender as isenções fiscais para tais localidades, com vistas a contribuir com a revitalização do centro, aquecer a economia na região central e potencializando a geração de empregos e renda na região.”, diz Salazar.

Conforme o líder do Governo, “a Prefeitura do Recife compreendeu e acolheu o pleito da Câmara Municipal, que se materializou, através de uma emenda de autoria da Comissão de Finanças e Orçamento, colegiado presido por mim, com relatoria do vereador Marco Aurélio Filho, ao contrário de uma iniciativa unilateral de apenas um vereador.” “Assim como a Rua da Imperatriz, demais endereços da ZEPH 08, localizados na Boa Vista, também passam a integrar ao rol de benefícios para impulsionar a atividade econômica”, acrescentou o vereador Samuel Salazar.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade