João Campos amplia opções para a vaga de vice

O presidente do PT em Pernambuco, deputado estadual Doriel Barros, disse hoje na Rádio Folha, que o único pensamento que passa na cabeça dele, dos petistas e do presidente Lula é que a vaga de vice do prefeito João Campos (PSB) seja ocupada por alguém do partido. Até o momento, estão cotados o deputado federal Carlos Veras e Mozart Sales. Segundo ele, a junção PSB/PT, nas eleições deste ano no Recife, é vista como natural. Mas admitiu que a decisão final será tomada na conversa entre Lula e João Campos.

Porém, o gestor recifense embolou o cenário ao filiar a secretária de Infraestrutura, Marília Dantas, ao MDB, e o secretário de Planejamento, Felipe Mattos, no Republicanos. João Campos deixou claro que quer ter opções da sua estreita confiança e ainda cria a expectativa de que outros partidos aliados estão no jogo.

Marília Dantas é a executora das obras e tem nas mãos um enorme orçamento. Felipe Mattos é responsável por planejar e a avalizar projetos através de PPPs e inovação, por exemplo. São auxiliares que estão contribuindo muito para a avaliação positiva da gestão socialista. E, evidentemente, ambos são da alta confiança de Campos, para o caso de ele renunciar em 2026 e se candidatar a governador.

Portanto, se os petistas acham que a indicação da vice são favas contadas, se preparem para não serem pegos de surpresa. João Campos ouviu atentamente o recado que Lula deu a ele, na última sexta-feira: “Quando for para dizer não, diga não, que as pessoas vão entender”.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade