Governo do Estado investe R$ 20 milhões no Carnaval de Pernambuco

O Carnaval de Pernambuco deste ano terá um investimento de R$ 20 milhões do Governo do Estado. O valor foi anunciado, nesta segunda-feira (5), durante entrevista coletiva com participação das secretarias envolvidas no evento. Os recursos estão sendo aplicados, principalmente, na contratação de atrações que farão 820 apresentações em 91 municípios, campanhas publicitárias e educativas. Os homenageados deste ano são Lia de Itamaracá, Alceu Valença e Claudionor Germano.

Para blocos, agremiações e festas públicas estão reservados R$ 4,5 milhões. Entre os eventos que estão recebendo apoio está o Garanhuns Jazz Festival. Blocos consagrados como o Galo da Madrugada e o Homem da Meia Noite também recebem apoio financeiro.

O objetivo do Governo é possibilitar que o folião, seja local quanto o turista, possa desfrutar do melhor Carnaval do Brasil, como fez questão de destacar o secretário de Turismo, Daniel Coelho. Ele ressaltou a tradição da folia de Momo e o mote da campanha “Carnaval de Pernambuco não dá pra explicar. Tem que se viver”, é justamente para mostrar o diferencial em relação ao Carnaval de outros estados.

“O nosso Carnaval não é uma festa artificial, por isso temos que incentivar o Carnaval da gente. Por mais que os outros tentem, vão demorar a chegar ao que temos em Pernambuco”, disse Daniel. Segundo ele, a expectativa é que circulem R$ 3 bilhões na economia do Estado.

Entre as atrações que o Governo do Estado está investindo estão os Cortejos Brincantes de Pernambuco com a participação de 70 grupos de cultura popular.

Mas para garantir que os dias de festa sejam só de diversão, o Governo preparou esquema especial, envolvendo as secretarias estaduais. A Secretaria da Mulher está promovendo uma ação educativa no combate à violência contra as mulheres com as campanhas “Tem que respeitar” e “ Não é não”. Serão distribuídas 750 cartilhas com telefones de delegacias em todos os municípios. Policiais e motoristas de ônibus estão recebendo capacitação para acolher as vítimas.

O transporte dos foliões até os focos de festas será feito pelo Expresso do Carnaval com dez linhas de ônibus. A pasta da Saúde também estará com equipes de prontidão, inclusive, atuando em parceria com a Lei Seca. A Secretaria de Assistência Social também estará com o pessoal atento ao trabalho infantil, venda de bebidas alcoólicas a menores de idade e uso de drogas, bem como violação sexual.

Outra preocupação é em relação ao abastecimento d’água no período carnavalesco, já que o consumo aumenta devido ao grande número de turistas que circulam no Estado. Em Olinda, por exemplo já está havendo reforço na distribuição desde a última quinta-feira e segue até a Quarta-feira de Cinzas.

SEGURANÇA

Na semana passada, o esquema de segurança para o Carnaval foi divulgado pela Secretaria de Defesa Social (SDS), com destaque para o uso de 187 câmeras corporais pela Polícia Militar e câmeras de reconhecimento facial. Além do policiamento nas ruas, serão utilizados helicópteros e drones na fiscalização dos principais polos carnavalescos.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Publicidade