Espaço minguou

O nome é grande: Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte do Brasil. Mas só o nome mesmo, porque é uma das menores pastas do Governo Federal. E é o que resta para o PSB, com a saída de Flávio Dino e a escolha de Ricardo Lewandowski para o Ministério da Justiça e Segurança Pública. O novo dono do cargo já disse que vai montar a própria equipe e recebeu aval do presidente Lula. O ex-ministro do Supremo vai colocar petistas nos cargos de segundo escalão e rifar quem o PSB indicou. Os socialistas, evidentemente, estão muito incomodados com essa situação, até porque sempre são aliados de primeira hora do PT e estão vendo o espaço minguar, desde que o ministro paulista Márcio França foi transferido do Ministério de Portos e Aeroportos porque Lula quis acomodar o deputado Silvio Costa Filho representando o Centrão. Como Lula não sinaliza nova reforma ministerial, não restam muitas esperanças para o PSB. Até para negociar a situação não é das melhores, mesmo sendo ano eleitoral. Em São Paulo, o partido tem a pré-candidatura da deputada federal Tábata Amaral para a Prefeitura da Capital. O PT está com o PSOL por lá e quer que a parlamentar desista. Ela não tem motivos para arredar o pé. A outra cidade onde os socialistas são mais fortes é o Recife. O PT age para ter candidato, mas a vice do prefeito João Campos, que deseja ter o partido na aliança e não quer encrenca.

Consequências

O danado é que o PSB não pode nem se vangloriar de ter os comandos do BNB e da Sudene porque Paulo Câmara e Danilo Cabral foram escolhidos pelo presidente Lula. O partido rifou Paulo na formação do ministério e não fez força em favor de Danilo. Viu Márcio França ser trocado de cargo e agora vai ver o pessoal do Ministério da Justiça no sereno.

Vice em ação

A vice-prefeita Isabella de Roldão (PDT) aproveitou os dias em que João Campos (PSB) tirou novas férias e montou agenda de visitas e ações. Não é porque corre o risco de ficar fora da chapa majoritária que iria se trancar no gabinete.

Surubim

O município de Surubim promete ter uma disputa acirrada pela Prefeitura. O PL lançou Professor Edson para enfrentar o deputado Cleber Chaparral (UB) e o ex-prefeito Flávio Nóbrega (PSDB). Veia de Aprígio (PSB) deverá ser a candidata governista.

MPPE atento no Interior

O procurador-geral de Justiça, Marcos Carvalho, avisa que os seus colegas no interior de Pernambuco devem estar atentos às denúncias que receberão, a partir de agora. Nos municípios, os promotores também cuidam das questões eleitorais e será preciso observar o que realmente tem sentido ou se é picuinha de adversários políticos.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Publicidade