Dossiê aponta que família de Arthur Lira possui fazendas em terra indígena

Foto: Marina Ramos/Câmara dos Deputados

Do Congresso em Foco

Um dossiê publicado na última segunda-feira (13) pela ONG De Olho nos Ruralistas, que monitora as atividades da bancada ruralista na Congresso, identificou que familiares do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), contabilizam a propriedade de 115 fazendas, em Alagoas e Pernambuco, dedicadas à pecuária. Dessas, seis são sobrepostas à Terra Indígena Kariri-Xocó, e outra, pertencente ao próprio deputado, é vizinha de um povoado indígena do mesmo grupo étnico.

De acordo com o documento publicado, as terras sobrepostas à Terra Ingígena Kariri-Xocó pertencem à ADM Administradora de Bens e Direitos Ltda, empresa criada para fazer a gestão da herança deixada por seu falecido tio Adelmo Pereira. A reserva conta com 4,6 mil hectares, mas pouco mais de 2 mil são ocupados pelas seis propriedades, cujos dividendos são distribuídos à viúva e seus quatro filhos.

A terra indígena em questão fica na divisa entre Alagoas e Sergipe, e foi homologada na década de 1990. No último mês de abril, o governo estabeleceu uma nova área de estudos para sua expansão, de 600 hectares, chegando ao tamanho atual. Em 2002 e 2007, Adelmo Pereira e seu irmão João José Pereira, também tio de Arthur Lira, teriam apresentado ações judiciais contra a Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) exigindo a revogação da reserva.

Dossiê completo está no portal deolhonosruralistas.com.br

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade