Deputado Renato Antunes mobiliza Governo para garantir da Escola de Sargentos

Foto: Divulgação


A instalação da Escola de Sargentos em Pernambuco vem ganhando novos capítulos. Após a realização da primeira audiência pública presencial na Assembleia Legislativa, que definiu a realização de um segundo ato marcado para o próximo dia 27 de novembro, surgiram especulações de que a nova ESA pode mudar de local e sair do território pernambucano. Coordenador da Frente Parlamentar, o deputado Renato Antunes (PL) anunciou, neste sábado (18), que vai acionar o Governo do Estado para uma definição para encerrar as especulações.

“Não aceitaremos que este importante equipamento não fique em nosso Estado. Vamos acionar o Governo e todos os órgãos envolvidos e trabalharemos arduamente para que essa conquista do nosso povo seja estabelecida em nosso território. Estou acompanhando algumas matérias veiculadas na imprensa, que tratam da possibilidade de Pernambuco perder a Escola de Sargentos para outra federação”, comentou o deputado.

Com um investimento total de R$ 1,8 bilhão, a instalação da nova Escola de Sargentos engloba a construção de uma vila olímpica, vila militar e estande de tiro em uma área de 75 km², abrangendo os municípios de Abreu e Lima, Araçoiaba, Camaragibe, São Lourenço da Mata, Igarassu, na Região Metropolitana do Recife, e Paudalho, na Mata Norte.

O novo equipamento promete trazer fortes impactos econômicos e sociais. Apenas na construção do campus escolar, está prevista a geração de 11 mil empregos diretos e 17 mil empregos indiretos. Após a implantação, estima-se um aumento populacional flutuante de 6 mil pessoas na região, bem como um incremento de pelo menos 200 milhões de reais por ano na economia local.

Renato Antunes também adiantou que vai levar o resultado das audiências públicas para conhecimento do Governo Federal. O deputado estadual deverá ter uma reunião com o ministro da Defesa, José Múcio, com o objetivo de acelerar as intervenções para instalação da Escola em Pernambuco. O encontro deverá acontecer em Brasília, no início de dezembro.

“Não vamos medir esforços para que a Escola de Sargentos seja instalada em Pernambuco. Essa é uma conquista da nossa população, com investimentos e transformação que vão interferir positivamente nas próximas gerações. A ida ao Governo do Estado e também a Brasília é por que entendemos que todo esforço é válido e necessário para que a ESA desembarque em nosso Estado”, adiantou Renato.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Publicidade