Deputado Meira faz desabafo após perda dos cargos no ProRural: “Não vendo a minha alma”

Uma semana depois de ter 12 cargos comissionados exonerados do ProRural pela governadora Raquel Lyra (PSDB), o deputado federal Coronel Meira (PL) fez um desabafo, ao chegar ao plenário da Assembleia Legislativa, nesta terça-feira (7). Ele disse que seu grupo deixou o órgão estadual, além de saneado, com 50 milhões de dólares. “Se alguém disser que conseguiu esses US$ 50 milhões, é mentira. Foi Meira que conseguiu. Está tudo pronto no ProRural, mas, na hora de executar, a gente sai do jogo”, falou o parlamentar.

Meira está nesta tarde na Alepe para acompanhar a votação do projeto que extingue as faixas salariais dos policiais e bombeiros militares, proposto pelo Governo. Por ficar contra o prazo estabelecido para até 2026, o deputado viu seus indicados serem exonerados. A irmã do deputado estadual Joel da Harpa (PL) também perdeu o cargo de coordenadora do Detran por ele defender o fim das faixas até 2025.

Coronel Meira disse que sempre combateu o PT e o PSB e apoiou Raquel Lyra para o Governo, “mas não vendo a minha alma, nunca vou ficar contra a minha tropa”. Questionado sobre o que espera da votação no plenário, o deputado federal disse ser difícil prever. “Mas conversei com os deputados e lembrei que nos municípios deles tem policiais militares”, assinalou. Meira, inclusive, foi muito aplaudido pelos policiais que lotam as galerias da Assembleia Legislativa.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade