Depois do beijo na testa, briga e beijo no rosto

Esta sexta-feira foi marcada ainda pelas repercussões da situação criada, ontem, quando chegou a público o comentário nada agradável do presidente da Assembleia Legislativa, Álvaro Porto (PSDB), sobre o discurso da governadora Raquel Lyra (PSDB). Ontem, antes do vazamento da conversa, Álvaro deu um beijo na testa de Raquel. Depois disso, foi acusado por ela de cometer uma violência pelo fato de ela ser mulher. Ele reconheceu o erro, mas manteve o tom crítico à gestão.

Hoje, os dois voltaram a participar de uma outra solenidade, desta vez na posse do desembargador Ricardo Paes Barreto como presidente do TJPE. Raquel e Álvaro ficaram afastados, mas após a governadora concluir o discurso, cumprimentou toda a mesa. E recebeu um beijo no rosto de Álvaro Porto.

Raquel passou a cerimônia toda ao lado do prefeito João Campos (PSB), com quem também está em conflito desde que chamou de volta os servidores do Estado que estão cedidos à Prefeitura do Recife. Mas não teve muita conversa entre os dois.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade