Comissão de Finanças recomeça votação da LOA, na Alepe, após impasse

A presidente da Comissão de Finanças da Assembleia Legislativa de Pernambuco, Débora Almeida (PSDB), tentou adiar a votação dos relatórios parciais da LOA 2024, nesta quarta-feira (22), e remarcar para o dia 29. Mas a oposição não aceitou a decisão. Houve impasse entre os integrantes e Débora se retirou da reunião junto com o líder do Governo, Izaías Régis (PSDB), e Socorro Pimentel (UB). Alegaram que não tinham como apreciar todas as propostas. Mas o vice-presidente do colegiado, Lula Cabral (SD), reabriu a discussão e o relator, deputado Coronel Alberto Feitosa (PL), passou a ler o relatório, incluindo as emendas que totalizam R$ 1 bilhão no Orçamento do Estado.

Permanecem na reunião também Dani Portela (PSOL), João Paulo Costa(PCdoB), Diogo Moraes (PSB), João de Nadegi ( PV), Sileno Guedes (PSB) Henrique Queiroz Filho (PP) e Rodrigo Farias (PSB). Sileno, Diogo, João de Nadegi e Rodrigo também apresentaram seus pareceres.

O reinício da reunião da Comissão de Finanças foi autorizada pelo presidente da Alepe, deputado Álvaro Porto (PSDB). A estratégia de adiamento já era esperada por orientação do Governo.

Já foram aprovados pareceres parciais incluindo R& 1 bilhão no Orçamento e mantendo o limite de 20% de remanejamento orçamentário. O Governo do Estado queria aumentar o limite para 30%.
Todos os relatórios parciais serão entregues à presidente Débora Almeida, que fará o relatório final para ser votado no plenário.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Publicidade