Alepe e Amupe costuram consenso sobre ICMS e menos municípios devem sofrer perdas

Terminou por volta das 19h30 a reunião na presidência da Assembleia Legislativa, na tentativa de dos deputados e Amupe chegarem a um acordo em relação à redistribuição do ICMS entre os municípios pernambucanos, no próximo ano.

Apesar de o relator na Comissão de Finanças, Lula Cabral (SD), estar disposto a apresentar parecer contra, nesta terça-feira (12), a expectativa é que haja acordo e apenas 12 municípios com maiores arrecadação recebam menos recursos do que esperavam. Inicialmente seriam 18, mas, segundo Lula Cabral, a nova fórmula ampliou pra 35.

Na saída da reunião, Cabral colocou a possibilidade de retirar o projeto da pauta de amanhã, na Comissão de Finanças, para se chegar ao consenso. “Ainda não estou convencido sobre tirar recursos das cidades que produzem e geram ICMS, sem que o Governo do Estado participe”, disse o deputado.

A presidente da Amupe, Márcia Conrado, se mostrou mais otimista quanto ao acordo na Assembleia Legislativa. “A gente está tentando preservar ao máximo o maior número de municípios. Estamos falando de redistribuição que vai contemplar mais de 160 cidades. Temos tempo e vamos chegar ao consenso”, assegurou.

Você pode gostar:

Sem comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Publicidade

Destaques

Publicidade

Posts Populares

Publicidade